Blog da Papelaria

8 Coisas que preciso saber antes de abrir uma papelaria

 

Nos aproximamos do final do ano de 2018. Vivemos tempos de análises e mudanças delicadas na política e na economia do Brasil, delicadas porém necessárias.

A palavra que temos em nossos lábios para todos os papeleiros é: não é momento de esmorecer, mas de renovar o foco, a força e a fé!

Segundo o Sebrae-SP, no ano passado algumas papelarias chegaram a perder até 30% dos seus clientes. Mas, mesmo com esses números, o setor esboçou reação pós carnaval de 2018 e feira escolar.

Tenho visto muitos empresários e empreendedores animados e isso é bom! Sabemos que parte do resultado depende da motivação de cada um de nós!

Juntos, proativos e otimistas podemos aquecer o mercado.

Então, se você planeja abrir uma papelaria ou já tem uma, precisa dar “uma sacada” nas dicas abaixo!

 

1. Planeje tudo

Para abrir uma papelaria de sucesso não basta apenas ter o dinheiro para comprar os primeiros produtos e alugar um ponto comercial.

É necessário calcular todos os custos e as margens de lucro dos produtos, desenvolver uma precificação equilibrada com ganhos maiores em alguns itens e menores em outros, porém com maior volume de venda.

A falta de planejamento é um dos principais motivos das papelarias que fecham no primeiro e segundo ano pós abertura.

Criar um plano de negócio sólido é essencial para qualquer empreendimento. Desenvolva parceiras e fornecedores estratégicos.

Estude a região que irá posicionar sua loja e já nasça com uma versão digital do negócio.

 

Quanto custa para abrir uma papelaria?

O valor de investimento pode variar, mas em média, uma papelaria custa entre R$ 50 mil à R$ 200 mil. Já que falamos de papelaria, a dica é tenha tudo na ponta do lápis!

 

2. Ganhos vindos de outros mercados 

A diversificação é uma das estratégias que funciona para papelarias. Agregar produtos e serviços colabora para que a papelaria mantenha-se financeira estável durante todo o ano.

Os artigos de informática, escritório, games e brinquedos podem representar até 50% dos ganhos de uma papelaria. É muito receita para “marcar bobeira”, ao contrário, marque gols e tenha uma loja mais rentável e cativante!

 

Não é só de sulfite e volta às aulas que uma papelaria se mantém!

 

3. Aproveite ao máximo as sazonalidades

Voltas às aulas? Ok.

Dia das mães e pais? Ok.

Dia das crianças, claro!

Natal, maravilha!

E o dia dos namorados, dia do cliente, black friday, cyber monday, etc? Brasileiro adora inventar datas para vender ou para parar de trabalhar.

No nosso caso, vamos trabalhar. O Brasil precisa de mais trabalho e menos folia! Seja criativo, não espere, crie a demanda!

 

4. Investir em marketing

Um dos pontos fracos da maioria das papelarias é o marketing. Crie promoções, programas de fidelidade, sorteios e outras formas de chamar a atenção dos clientes.

Cartão de visita e um folheto por ano que fica encostado na beirada do balcão não são ações de marketing.

Colaboramos com você com os materiais gratuitos do blog, você pode compartilhar nossos artigos nas redes sociais da sua loja por exemplo!

 

Eventos

Uma dica de marketing legal para papelarias é promover eventos sobre games, animes, informática, leitura e artes cênicas. Chame à atenção do público e coloque-os para dentro da sua loja.

 

Marketing Digital

Você sabia que investir em marketing digital, é mais barato, tem maior alcance, melhor segmentação e custa menos que o marketing tradicional(leia marketing offline)?

 

5. Marketplaces e Lojas Virtuais

Uma das formas de aumentar o faturamento e até questão de sobrevivência para um futuro próximo, é a venda pela internet.

Entre papelarias, livrarias e bazares são aproximadamente 200.000 estabelecimentos no Brasil, mas pouquíssimos realizam ações online!

Aproveite que o momento é agora. Na realidade se você não tem esta mentalidade já está ficando para trás!

Uma loja virtual pode vender até mais que no ponto físico e aumentar o faturamento de uma papelaria em até 50%.

 

Em um futuro próximo e com o avanço da logística: o ecommerce mais delivery irá engolir lojas físicas passivas e tradicionais.

6. Facebook e Instagram de Papelaria

Não estou falando aqui de ter uma fanpage, isso é para aumentar a notoriedade da sua marca e relacionar-se com seus clientes.

Facebook e Instagram não são o bastante para impulsionar as vendas da sua loja! Porém, se houver um investimento de mídia, ou seja, pagar para veicular nas redes sociais, estes meios serão muito úteis.

Faça publicações com links diretos para páginas do teu site, adicione botões de contato, geolocalização e telefone. Desta forma faz sentido e as mídias sociais tornam-se canais poderosos!

 

7. Funcionários proativos

Sua equipe precisa estar comprometida e não apenas envolvida. Tenha vendedores e não somente atendentes atrás do balcão. Mantenha a equipe motivada.

Programe o crescimento dos funcionários financeiramente e capacite-os.

Não esqueça de dizer parabéns e obrigado, parece simples, mas é não é por ser simples que não é importante. Não corrija os funcionários na frente dos clientes.

Jamais maltrate um funcionário na frente(e nem atrás) de um cliente, é como se ofende-se diretamente o cliente!

 

8. Telemarketing e o corporativo

Vale a pena desenvolver telemarketing(leia vendas por telefone) e focar no mercado corporativo para pequenas e médias empresas principalmente.

Conforme sua loja crescer, clientes maiores virão. O importante é começar e romper as fronteiras do bairro.

 

Dica de ouro (aprendi a dá-las com a New Office!)

O mesmo time do televendas pode atender as chamadas vindas dos chats das suas redes sociais, site e também acompanhar pedidos da loja virtual.

Se você gostaria de se manter atualizado sobre o setor e desfrutar de vantagens, inclusive financeiras para sua papelaria, cadastre-se no formulário abaixo e depois acesse o site da www.brasilescolar.com.br.

 

Um forte abraço do amigo,

Matheus Gabassi

 

O que achou?

Blog da Papelaria
Menu